1. Empresa
  2. Sobre Schüco
  3. História

Acontecimentos da Schüco na História da empresa

1951 O nascimento da Schüco

Heinz Schürmann, um pioneiro na jovem República Federal de Alemanha, funda a companhia Heinz Schürmann & Co em Porta Westfalica. Num pequeno patio traseiro, seis empregados, encarregavam-se de produzir envidraçados, toldos e fechos metálicos enroláveis.

1954 Um novo lar Durante o milagre económico do Oeste da Alemanha, as janelas e fachadas inovadoras adquiriram cada vez maior importância. Schüco era fornecedor destes produtos. A empresa encontra-se no topo do progresso usando alumínio ligeiro e moderno. Com a mudança a Bielefeld, Schüco encontra um novo lar.

1955-1963 Atravessando fronteiras O rápido crescimento da Schüco requeria novos canais de distribuição. Os ramos comerciais em Düsseldorf, Frankfurt, Stuttgart e Hamburg. Os acordos de licenças e os contratos com agencias permitem novas colaborações ao longo de Europa. Em 1958, Schüco inicia um acordo de colaboração com Alu König Stahl, ainda vigente hoje em dia.

1964 Um forte vínculo que permanece até o dia de hoje. A venda da Schüco à companhia de tecnologia OTTO FUCHS KG abre novos horizontes enquanto ao negocio e à tecnologia. O fundador da Schüco, Heinz Schürmann, cede a gestão da companhia ao Dr. Ing. Ernst von Wedel.

1964 - 1969 Melhorando juntos Schüco continua com a expansão internacional. Em 1964, estabelecem-se novas filiais em França, Holanda e Dinamarca. Também, durante esse mesmo ano, estabelece Schüco Design em Borgholzhausen.

1970 Um enfoque baseado no sistema

Schüco transforma-se em um fornecedor de janelas e portas de alumínio. A empresa estabelece-se em novos lugares ao longo da Alemanha, expandindo continuamente a sua rede de janelas.

1970 – 1971 Pioneiros Janelas, portas e fachadas de alumínio assim como grandes sistemas de correr com um isolamento térmico espectacular: dois anos antes das crise do petróleo, Schüco já está focada na proteção do clima e na conservação dos recursos através de produtos inovadores.

1972 O cliente é o rei O tópico do setor de serviços torna-se cada vez mais importante. Aqui Schüco também é pioneira. Schüco Service GmbH funda-se como uma filial totalmente propriedade da Schüco com três empregados. A companhia fornece softwares para ajudar aos seus clientes, na fabricação de metal, nos seus cálculos e construção.

1975 Um mudança de liderança Günter Reinecke entra como CEO da companhia

1980 Um ator global com novo material

Schüco internacionaliza-se cada vez mais através de licenças na Europa. A empresa reconhece rapidamente o potencial da versatilidade do PVC e adiciona janelas deste material à sua gama de produtos.

1980 Em caminho Desde meados dos anos 70, Schüco Express tem estado a circular pelo Oeste da Alemanha. Dentro dos vagões, os clientes podem maravilhar-se ante a ultima tecnologia em janelas e fachadas: uma única forma de apresentação do produto.

1982 Um passo em frente Schüco tem cumprido com exito os requisitos de proteção acústica e proteção meio ambiental durante anos. Agora, a empresa também estabelece standards para a segurança contra incêndio através do primeiro sistema aprovado de proteção contra os incêndios.

Lançamento ao mercado. Schüco apresenta o novo sistema de janelas de alumínio ISKOTHERM. Os perfis termicamente isolados usam-se para edifícios residenciais e para projetos de renovação em particulares.

1989 Novo material Schüco entra no negócio de sistemas para janelas de PVC.

1990 Um ponto de inflexão

Depois da caída do muro de Berlim, a renovação de edifícios no Este da Alemanha e Europa do Este com materiais supôe um grande desafio. Schüco aproveita esta oportunidade e expande ainda mais o seu negócio internacional. Ao mesmo tempo, a empresa entra no mercado solar e foca-se em grandes projetos comerciais.

1990 Um resultado histórico Graças ao boom da construção no Este, o volume de vendas da Schüco sobrepassa pela primeira vez o mágico umbral do milhão DM (Deutsche Marks). Em consequência, a lenda do futebol alemão Franz Beckenbauer converte-se no embaixador da marca.

1992 Apontando alto Um novo arranha arranha-céus em Bielefeld destinado a armazenar cartuchos com 22.000 áreas de armazenagem ao longo de 81.000 metros quadrados.

1997 Sucesso Pela terceira vez na história da empresa desde à 45 anos, há uma mudança na alta direção da Schüco. Em 1997, Dirk U. Hindrichs sucede a Günter Reinecke.

1999 Gasolina nas veias Antes do início do novo milénio, a Schüco junta-se à Formula 1. Levando o logotipo da Schüco como patrocinador, o carro da McLaren-Mercedes, domina o topo do desporto de motor a nível global.

Fonte de energia incansável Schüco adiciona uma terceira divisão de negócio: os produtos solares e fotovoltaicos, tomando responsabilidade no desenvolvimento sustentável.

Forte cooperação Cria-se uma empresa de aço para Alemanha e Suiça, com o nome de Schüco Jansen Steel Systems.

2000 Crescendo juntos e conservando recursos

Schüco identifica oportunidades de globalização e estende-as aos seus negócios em EEUU, América do Sul e China. Com as suas três divisões (alumínio, PVC e solar) a empresa é especialista na da envolvente total de edifícios.

2005 Um desempenho excepcional O Centro Tecnológico Schüco, está creditado como um instituto independente e certificado de analises para envolventes de edifícios.

2008 O desporto no foco de atenção Schüco insere-se no golfe. É uma aposta ideal: precisão e perfeição, em harmonia com a natureza e com a tecnologia. Um ano depois, inaugura-se Schüco Open, com a presença de numerosas estrelas internacionais do golf.

Inovação em alumínio As janelas e portas AWS / ADS com sistemas Schüco estabelecem novos standards e substituem o renomeado sistema Royal S.

2009 Controlo de temperaturas Schüco apresenta o segundo conceito para envolventes de edifícios em BAU 2009 (Feira de Arquitetura, Materiais e Sistemas). Com tecnologia pioneira e energeticamente eficiente, a empresa realiza uma importante contribuição à restrição do aquecimento global a 2 graus Celsius.

2011 Rede de trabalho inteligente Na BAU 2011, Schüco surpreende aos assistentes com o sistema de energia auto-suficiente Schüco Energy3 Building. Conetando janelas, portas e fachadas, produz-se mais energia da que se consome.

2012 Espírito de equipa e confiança O Dr. Ing. Hinrich Mählmann converte-se em junho em sócio diretivo tanto de Schüco como de OTTO FUCHS KG.

A 1 de outubro, Andreia Engelhardt é nomeado presidente do conselho diretivo.

2013 Pessoas. Natureza. Tecnologia. Este é o slogan da Schüco na BAU 2013. Quatro estudos fazem interativo o conteúdo da Schüco e portanto conseguem criar uma experiencia emocional. Na exibição líder no mundo sobre arquitetura, materiais e sistemas em Munique, a empresa regista 11.000 contactos: um numero recorde de assistentes.

Um bom investimento Constrói-se uma nova nave de produção de 6.300 metros quadrados de superfície em Weißenfels com 11 linhas de laminação altamente automatizadas, para laminado e revestimento com lâminas de perfis de cores de PVC.

Ser fortes juntos a vencedora união entre OTTO FUCHS KG e Schüco International KG alcança agora os 50 anos.

Desporto com uma nova dimensão Schüco Sports combina eventos e patrocínios, convertendo os empregados da Schüco em embaixadores da marca.

Olhando o futuro Em setembro, Andreas Engelhardt converte-se em diretor e CEO de Schüco International KG.

Tecnologia ao seu alcance Abre-se o showroom da Schüco em Bielefeld, uma exibição interativa de produtos de construção de alumínio. Estendida ao longo de 800 metros quadrados, Schüco apresenta tecnologias fascinantes e sistemas impressionantes usando alumínio.

Sobre esta secção

Mais informação

Valores corporativos
Perfil da empresa
Grupo OTTO FUCHS