Schüco Search

...

Protecção climática

O nosso objectivo: Emissão Zero

Zero emissions by 2040

A protecção climática é uma das partes principais da nossa estratégia de sustentabilidade. Em parceria com a WWF, desenvolvemos objectivos de protecção climática baseados na ciência que ajudarão a limitar o aquecimento global a 1,5 graus, em conformidade com o Acordo de Paris. O nosso objectivo é, portanto, deixar de gerar quaisquer emissões que sejam nocivas para o ambiente até 2040. Chamamos ao projecto de acompanhamento "Emission Zero" (Emissão Zero).

Objectivos climáticos ambiciosos - apoiados pela ciência

A Schüco Alemanha tem vindo a registar sistematicamente as emissões relacionadas com o clima da empresa desde 2011: a chamada pegada de carbono. A base dos nossos ambiciosos objectivos é uma pegada de carbono neutra em toda a cadeia de valor, que definimos no nosso relatório de sustentabilidade 2017-2018 - como uma das poucas empresas da indústria da construção a fazê-lo. As reduções absolutas em equivalentes de CO2 por detrás dos objectivos foram verificadas pelo SBTi (Science Based Targets initiative) e reconhecidas como cientificamente fundamentadas. Isto significa que cumprem o nível de descarbonização estipulado pelos cientistas climáticos, a fim de cumprir o limite de 1,5°. A Schüco junta-se assim às fileiras das empresas alemãs pioneiras com objectivos climáticos mais ambiciosos do que os estabelecidos pelo governo alemão.

Sobre a pegada de carbono empresarial (Alemanha)

Sobre a pegada de carbono empresarial (Alemanha)

Ao registar regular e sistematicamente a nossa pegada de carbono empresarial para a Alemanha, estamos a lançar as bases para a redução das emissões de CO2 e para uma melhor gestão energética e ambiental. A base para a recolha de dados é a norma DIN EN ISO 14064. Os dados da administração e produção (consumo de energia, água e águas residuais), logística de transporte (interna e externamente), viagens de negócios, viagens de e para o trabalho, bem como consumo de papel e impressão são incorporados no balanço. Os números são verificados pela TÜV NORD CERT e confirmados através da emissão de um certificado. Até 2016, as emissões totais relacionadas com o clima afundaram-se para 27.888 toneladas de equivalentes de CO2. De 2017 a 2019, contudo, a Schüco registou um aumento para as suas instalações alemãs. A razão para este desenvolvimento é a expansão da logística de transporte associada ao crescimento da empresa, bem como um aumento das viagens de negócios devido a um maior número de empregados.


Os nossos sucessos

Antes de desenvolver os seus objectivos de protecção climática, a Schüco já empregava diversas medidas com o objectivo de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa. Por exemplo, foi introduzido um sistema de monitorização de edifícios em todos os locais, o aquecimento em grandes secções da sede em Bielefeld foi mudado para aquecimento distrital com menores emissões, e foram introduzidas novas ferramentas de gestão do sistema para optimizar a logística dos transportes. Em 2012, mudámos para energia verde. Isto permitiu-nos reduzir as emissões relacionadas com a energia para menos de 10% do valor anterior. Globalmente, estas medidas permitiram-nos reduzir a nossa pegada de carbono em 55% desde 2011.

Sobre a iniciativa "Science Based Targets"

Sobre a iniciativa "Science Based Targets"

A iniciativa "Science Based Targets" foi desenvolvida através de uma parceria entre o Pacto Global da ONU, o WWF, o Instituto Mundial de Recursos e a organização sem fins lucrativos CDP. A iniciativa apela ao estabelecimento de objectivos climáticos cientificamente fundamentados e apoia as empresas na transição para uma economia sem carbono, avaliando de forma independente os objectivos que fixaram. Além da Schüco, mais de 1000 empresas responderam ao apelo do SBTi para estabelecer objectivos climáticos baseados na ciência que estejam em harmonia com os objectivos do Acordo de Paris para limitar o aquecimento global a 1,5°C ou significativamente abaixo de 2°C.

Poupar emissões de forma holística

As poupanças em equivalentes de CO2 que a Schüco pretende alcançar até 2040 relacionam-se com três áreas, que são conhecidas como Escopos. Em termos simples, o Âmbito 1 refere-se às emissões que nós próprios produzimos através do nosso consumo de energia na Schüco. O Âmbito 2 refere-se à energia que utilizamos, por exemplo, electricidade que necessitamos para iluminação ou para o nosso hardware informático. O âmbito 3 é a área mais desafiante e cobre todo o ciclo de vida dos nossos produtos. Isto inclui toda a cadeia de fornecimento, bem como o fabrico, utilização e eliminação dos nossos produtos. 99% das emissões são abrangidas pelo Âmbito 3; 86% das quais são bens e serviços adquiridos. Isto significa que a Schüco tem uma influência directa sobre apenas uma parte muito pequena das suas emissões, e os objectivos de protecção climática só podem ser alcançados em colaboração muito estreita com os fornecedores.

Status quo

Entre 2017 e 2019, a quantidade absoluta de emissões de gases com efeito de estufa na Alemanha aumentou em todos os âmbitos, apesar de uma tendência para uma menor intensidade energética. A principal razão para este desenvolvimento é a expansão da logística de transporte associada ao crescimento da empresa, bem como um aumento das viagens relacionadas com o trabalho, devido a um maior número de empregados. Quando considerado globalmente, desde 2019 a quantidade absoluta de emissões de gases com efeito de estufa também tem sido afectada por uma base de cálculo mais precisa que foi introduzida pela Schüco para definir Metas Climáticas Baseadas na Ciência. Em vez de nos basearmos nos valores médios europeus dos EPD ("dados de literatura"), temos tido em conta os dados reais de emissões ("dados primários") para perfis de alumínio disponibilizados pelos maiores trabalhos de imprensa. Estes números estão ligeiramente, e por vezes significativamente, acima dos valores médios utilizados anteriormente.

Devido à pandemia de Covid-19, observou-se a tendência oposta em 2020, com as viagens de trabalho do pessoal de vendas no terreno (Âmbito 1) e as viagens de negócios e quilómetros percorridos (Âmbito 3) a diminuírem significativamente. Isto resultou na redução das emissões do Âmbito 1 em 10% para aproximadamente 9800 t CO2e e das emissões do Âmbito 3 em quase 6% para 1.780.000 t CO2e. As emissões do Âmbito 2 também diminuíram, embora em apenas 0,3%, para cerca de 3900 t CO2e. O total das emissões dos três âmbitos para 2020 totaliza 1.793.238 t CO2e, o que é 5,8% inferior a 2019.

Enfrentar juntos os desafios

Estamos conscientes do enorme potencial da indústria da construção: a construção amiga do ambiente é urgentemente necessária para cumprir os objectivos do Acordo de Paris. Queremos dar um bom exemplo com os nossos ambiciosos objectivos de protecção climática e impulsionar o desenvolvimento sustentável na indústria. Em parceria com a WWF, estes objectivos serão transformados em medidas concretas e firmemente ancorados na nossa actividade quotidiana. Como organização independente de protecção ambiental, a WWF não só apoia o desenvolvimento e a implementação das nossas medidas, como também verifica a sua eficácia. Desta forma, podemos assegurar que continuamos a trabalhar propositadamente no sentido de uma solução.

Sustentabilidade claramente documentada

Informes de sustentabilidade

Com base nas directrizes da norma internacionalmente estabelecida da Global Reporting Initiative (GRI), os nossos informes de sustentabilidade fornecem informações sobre como a sustentabilidade é organizada na Schüco, equilibra as actividades económicas, ecológicas e sociais da empresa, e define objectivos para o futuro.

A nossa motivação, a nossa contribuição

Prospectos Sustentabilidade

Find out more about the sustainability measures Schüco is undertaking to tackle the global challenges of our time.

Protecção climática
Dashboard
Fechar